Lições de Frank Underwood para profissionais de Marketing Digital

O que podemos aprender com House of Cards? Confira as lições de Marketing Digital (boas e ruins) que Frank Underwood nos ensinou!

A quinta temporada de House of Cards acaba de estrear — sim, demorou mas chegou —  e estamos ansiosos para ver o que ainda podemos esperar de Frank Underwood.

A série criada por Beau Willimon tem como protagonista o incrível ator norte americano Kevin Spacey como o ambicioso político (maquiavélico, mas que nós odiamos amar) que almeja um alto cargo público em Washington.

Até aí eu tenho certeza que você já deve estar cansado de saber! Mas o que será que House of Cards pode ensinar para nós, profissionais de Marketing Digital?

Preparamos uma lista com 9 lições que se encaixam perfeitamente na nossa rotina.

Texto inspirado na apresentação montada por Monetate: Frank Underwood’s Lessons For Digital Marketers.

Antes de começarmos…

É importante que você saiba de algumas coisas… A primeira delas é: não queremos dar spoilers! Nós sabemos o quanto isso pode destruir relações e esse não é o nosso objetivo aqui com você!

O segundo ponto é que, independente de gostar ou não de Frank Underwood, uma coisa nós precisamos admitir: o cara é bom! Acompanhar a sua jornada política e pessoal faz com que qualquer pessoa reflita a respeito da sua própria construção de caráter e profissionalismo, por isso nós indicamos a série.

Por essa razão, conseguimos tirar lições de Marketing — e de vida — não só do personagem, mas das estratégias de marketing usadas pela Netflix para anunciar e promover a série durante esses 5 anos.

Então vamos logo para as lições sobre o que fazer e o que não fazer!

Lição 1: Conheça a sua audiência

O ponto de partida que devemos aprender com Frank Underwood é simples. Apesar disso, nem todos conseguem executar de maneira correta.

Ao invés de falar simplesmente sobre você e sua empresa, utilize seus canais digitais para conhecer o que o seu público deseja saber. Crie personas, conheça seus interesses e faça pesquisa de palavras-chave que ajudarão você a entender o que seus clientes desejam ver.

O grande diferencial de Frank — além, é claro, da sua falta de escrúpulos — mas que faz com que ele se destaque dos seus oponentes é justamente porque ele “pensa com a mente da audiência”.

Utilizar este tipo de informação é essencial para conquistar a confiança de seus visitantes para que, no momento certo, eles se tornem leads. E esse é o principal primeiro passo que qualquer profissional precisa para começar a investir em Marketing.

Lição 2: Tenha objetivos claros

Outra coisa que definitivamente não dá para duvidar.

Desde o início da série, Frank e Claire têm objetivos claros em relação ao futuro, e por isso, precisamos admirar o foco e o trabalho árduo — e nós sabemos, muitas vezes criminosos — que esses dois fazem para conquistá-lo.

O mesmo vale para uma estratégia de Marketing, seja ela qual for. Sem um objetivo é muito fácil que você se distraia ao longo do processo e acabe perdendo o rumo das suas ações e gerando resultados medianos (ou mesmo nenhum resultado).

Uma boa estratégia de Marketing é pautada por um norte claro: onde eu quero chegar com minhas ações. Aumentar a retenção de clientes? Gerar autoridade? Conquistar novos clientes? Lançar um novo produto no mercado? Não importa qual seja o seu!

O mais importante é saber o motivo pelo qual os seus investimentos em Marketing estão sendo feitos e, a partir daí, traçar o melhor caminho para conquistá-los!

(Mas, por favor, dentro da lei!)

E, assim como eles, sempre que você conquistar um objetivo, pode definir um novo e assim traçar uma caminhada de sucesso.

Lição 3: Esteja em todos os lugares

“Power is a lot like real estate. It’s all about location, location, location. The closer you are to the source, the higher your property value.”

O que isso quer dizer, na verdade, é que você deve dedicar seus esforços para estar onde a sua audiência está e ali estabelecer um relacionamento com ela. Seja através das redes sociais, email ou qualquer outro canal no qual a sua persona se encontre e que também faça sentido para os seus objetivos.

Pense em quantas vezes Claire e Frank fizeram viagens simplesmente para entrar em contato com os eleitores, estar na mídia e fazer aparições para promover a imagem deles e também o relacionamento com o público? Isso sim é um bom posicionamento de Marketing!

Além disso, pense mobile! O crescimento do número de usuários móveis na internet é assombroso. Uma boa quantidade de seus acessos pode ser proveniente de smartphones e tablets e seus canais devem estar otimizados para tais plataformas.

Por isso, crie e invista em blogs e sites responsivos. Esse é o caminho do sucesso!

Veja toda a matéria completa no site do Marketing de Conteúdo

728x90_ShutterStock-People_BR_static
728x90_ShutterStock-Personality_BR_static
728x90_ShutterStock-Culture_BR_static

Eduardo Nakamura Autor

Quero café!! Quero café!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *